sábado, 29 de junho de 2013

Rentabilidade - Junho de 2013

É bonito ver essa queda toda. E falo sério! O medo, o desespero, as previsões apocalípticas e o princípio de pânico retratados na imprensa, fóruns e blogs, geram um sentimento diferente quando se está comprado na bolsa em relação a ser apenas um observador externo. Em 2008, eu não estava na bolsa, então não sabia como era a sensação. Alguns vão dizer que agora não se compara a 2008, mas discordo.

Eu mantenho um planilha com um cálculo do Ibovespa ajustado e ela aponta, em um dos cenários, que hoje já estamos mais barato que o fundo de 2008. Em 2008, a queda foi grande, mas como seu início partiu de um ponto muito esticado em relação a uma linha base, a maior parte da queda se deu por excesso de crescimento. O delta da queda de agora pode até ser menor, mas como ela partiu de um nível bem inferior ao pico de 2008, o resultado é uma depressão expressiva na bolsa.

O momento é um oportunidade ímpar para entrar na bolsa. Não que não vai cair mais, pois até acho que isso vai acontecer, como já tinha dito aqui e aqui, mas não dá para ficar inerte tentando acertar o fundo. Vou fazer um post detalhando como calculei isso para ficar mais claro.

O rendimento da carteira PB foi de -7,55% contra uma queda do Ibovespa de 11,31%, o que me deu uma vantagem de 4,23%, superando com folga a minha meta. O rendimento no ano é de -1,93%, zerando os ganhos do ano. O rendimento acumulado despencou para 13,70%. Veja o quadro abaixo para mais detalhes:



Na prática fiquei R$ 11.300,00 mais pobre. A estratégia de todo mês ganhar do Ibovespa por uma margem mínima mostrou seu valor nessa queda. Desde o começo da carteira, as compras mensais foram realizadas com Ibovespa na faixa de 55 a 60 mil. Porém, precisou o Ibovespa cair para os 48 mil pontos para que a carteira voltasse a ter o valor exatamente igual a grana que aportei.

Isso ocorreu, porque a carteira PB ganhou do Ibovespa em 11 dos 13 meses da carteira, então criou-se uma capa de gordura que foi sendo consumida ao longo dos últimos 3 meses de queda.

Outra forma de ver isso, é como se eu tivesse hoje, com Ibovespa bem barato, entrando na bolsa agora com toda a grana que aportei e comprando as ações que tenho hoje pelo preço de agora. Ou seja, comprando por preços baratos. 

Entretanto, a capa de gordura acabou, então se continuar caindo, vou pela primeira vez operar com menos grana do que investi.

Este mês não iria aportar nada, pois o aporte de junho já tinha antecipado em maio, mas não resisti e no final do mês aportei R$ 10.000,00. Com essa grana reforcei posição em pine4, cgra4, unip6, cple3 e euca4. Não vendi nada.

A carteira atual ficou assim:



Nesse mês, recebi R$ 402,00 de proventos de 3 empresas.

Sucesso a todos!

16 comentários:

  1. Meu, como sua carteira é... digamos, arrojada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk, obrigado pelo elogio.

      Excluir
    2. Não foi elogio, foi eufemismo!

      Excluir
    3. eu te entendi, você que não me entendeu, kkkkkkk

      Excluir
  2. Fala PB beleza ? pior que eu tb estou curtindo essa queda !!!kkk é uma promoção com certeza !! rs

    Abraços !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza Zé, o problema é decidir o que comprar, dá vontade de ter de tudo um pouco, mas daí perde o foco. Comprar agora é comprar com uma margem considerável de segurança.
      abraço,
      PB

      Excluir
  3. Show de bola a sua carteira. Eu estou pensando em fazer uma nos moldes da sua. Já que as minhas filtragens estão apontando para as empresas da sua carteira, em sua grande maioria.
    Vou adicionar o seu blog no meu blogroll,ok?

    Um abraço,
    4P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi 4P, seja bem vindo, já ta add!
      abraço,
      PB

      Excluir
  4. Eu era comprado em 2008. Posso afirmar para você que agosto de 2008 trouxe um aprendizado que mudou - para melhor - a forma com que eu lido com renda variável.

    E é com base neste aprendizado que permaneço comprado E comprando agora, em meio a esta nova crise. Não existe mal que seja eterno, bem como o mercado sempre exagera na sua precificação dos ativos, tanto acima quanto abaixo. Cabe a nós aproveitarmos estes momentos para fazermos nosso dever de casa e acelerarmos nossa IF. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lance é esse mesmo, ir comprando bons ativos que estão em promoção, o problema é ter dinheiro o tempo todo para isso.
      Abraço,
      PB

      Excluir
  5. Eu estou 'apostando' em um buraco um pouco mais embaixo, não vejo sinais de melhora nos próximos meses, os únicos aportes que tive coragem de fazer no mês passados foram nos FIIs VRTA11 e XPGA11. Para o B&H tradicional esta histórica de fundo não existe, o que importa são os aportes constantes, mas eu não sou tradicional, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou contigo Uorrem. Falei sobre isso no meu blog. http://guardiaodomobral.blogspot.com.br/

      Excluir
    2. O buraco mais embaixo já se mostrou um pouco mais hoje. O problema agora é adivinhar a sua fundura, para não entrar com a grana toda cedo demais ou perder o bonde.
      Abraço,
      PB

      Excluir
  6. Até que não se saiu tão mal, boa parte ficou com prejuízo de 2 dígitos.

    O que te levou a comprar MNDL? É para trade?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IA, apesar de toda o histórico ruim da mundial, olhando só seus indicadores fundamentalistas, a empresa não parece tão ruim, pelo contrário. Como eu analiso só esses indicadores, o meu sistema deu compra para ela. Agora, se ela estiver fraudando os balanços, aí é outros 500. Como eu tenho que presumir que os balanços dela, e de qualquer outra empresa, são corretos, então comprei.
      Abraço,
      PB

      Excluir
  7. Loucura loucura os seus aportes.
    Sonho em chegar nesse nível!

    Adicionei você na minha Blogroll! Ficaria feliz se pudesse me adicionar.

    Vou acompanhar sempre seus investimentos.

    Abraços!

    ResponderExcluir